IFRO Campus Cacoal promoveu a última quinta cultural do semestre
Sexta, 15 de Junho de 2018 - Atualizado as 11h40min

As expressões culturais têm ganhado cada vez mais espaço no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) e em Cacoal a comunidade acadêmica tem um momento especial só para apresentações de cunho artístico. A última semana de cada mês acomoda no calendário acadêmico a “Quinta Cultural”, um espaço para que alunos, acadêmicos e servidores possam realizar apresentações ou exposições de diferentes naturezas artísticas.

“Junho teve um caráter de exceção, pois na última semana os alunos já estarão em período de férias escolares e na próxima semana há muitas provas previstas. Por isso usamos o dia 14 de junho para marcar a última data das apresentações culturais do primeiro semestre”, justificou o professor de Música Afonso Romagna, um dos coordenadores do projeto.

 

A primeira edição do projeto aconteceu no dia 29 de março, em um espaço que pretende reunir expressões em números de música, teatro, dança, poesia, artes visuais, literatura, stand-up ou produções audiovisuais. Realizada no intervalo entre 12h15 e 13h, a última edição do semestre apresentou números musicais, de dança, exposição de banners sobre as características musicais dos países da América do Sul e seu vínculo com a identidade cultural desses povos, bem como trabalhos em assemblagem e uma exposição de desenhos.

Traços

Expostos nas portas e janelas do restaurante do campus, a exposição de desenho cativou muitos alunos, que gastaram alguns minutos atentando aos detalhes e minúcias dos trabalhos que apresentavam personagens já conhecidos como o Homem de Ferro ou Homem-Aranha, e outros nem tão conhecidos assim. Era o caso da aluna Thamirys Sousa, que demonstrou bastante admiração enquanto observava os desenhos. “Estou impressionada com a riqueza de detalhes, as expressões dos personagens. Além disso, gosto muito desses desenhos feitos em preto e branco, sem cores”, disse a estudante, enquanto outro colega fotograva as obras com seu celular.

Os traços saíram dos dedos da estudante Larissa Motta, aluna do curso Técnico Integrado em Informática, e que assina os seus trabalhos como Lara Stark – uma clara referência ao personagem Tony Stark, um dos ícones da Marvel. Eles, a propósito, têm grande influência nos trabalhos que ela desenha. “Eu sempre gostei de ler e o que despertou meu interesse pela leitura e me fez gostar de ler foram as histórias em quadrinhos de super-heróis. Então isso acaba influenciando bastante nas minhas expressões quando vou desenhar, mas também tenho desenhos autorais que fogem um pouco dessa referência”, disse Larissa.

Quebra gelo

Professor de Artes em Cacoal, Denny Ardaia, teve um pouco de dificuldade em convencer a aluna para expor seus desenhos. “A Larissa é muito tímida e levou um pouco de tempo para que ela se convencesse de participar, apresentando os desenhos nessa edição da Quinta Cultural”, contou o professor.

Vergonha, a propósito, foi o sentimento que Larissa usou para descrever a sensação de ter os seus desenhos expostos para os colegas do IFRO. “Não sei muito bem o motivo dessa sensação. Acho que é porque poucas pessoas viram o que eu desenho e agora todo mundo da escola pode ver. É um pouco diferente”, descreveu Larissa.

Ela contou, no entanto, que acha muito válida a iniciativa do campus em oferecer uma oportunidade para a apresentação de expressões artísticas “Acho muito interessante essa ideia porque, querendo ou não, incentiva a gente a querer fazer mais. Não só eu, mas as outras pessoas a também apresentarem aquilo que elas produzem”, disse.

O projeto da Quinta Cultural terá continuidade no segundo semestre, onde toda a comunidade acadêmica poderá continuar apresentando números artísticos de diferentes modalidades.

  • Fonte: Assessoria
Publicidade
loading... Carregando conteúdo...

Digite aqui seus comentários.

Reload the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code
 
Publicidade