Cacoal - Bolsa Família atende mais de 2,5 mil beneficiários
Quarta, 07 de Março de 2018 - Atualizado as 10h25min

O município de Cacoal possui 8.304 famílias inseridas no Cadastro Único e 2.536 famílias beneficiárias do programa federal Bolsa Família, que é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.

De acordo com a diretora administrativa da Secretaria Municipal de Ação Social, Alessandra Gomes, dentro do programa exitem vários tipos de benefícios, para enquadrar todos os públicos que se encontram em situação de vulnerabilidade. “A questão de valores varia muito, de acordo com a renda e a composição familiar de cada família. Conforme a renda declarada a família tem o direito de receber o benefício do programa, lembrando que a renda per capta é de R$ 170 por pessoa”, explicou Alessandra.

Para a Alessandra, o programa que já funciona desde 2004, trouxe a muitas famílias não só de Cacoal mas de todo o Brasil, dignidade e autonomia, já que muitos contam apenas com esses valores para se manterem. “Esse programa representa dignidade e autonomia financeira na vida de muitas famílias. Temos relatos que é através deste benefício que muitos compram além de alimentos, material escolar, roupas entre outros. Temos famílias que têm como única fonte de renda o Bolsa família”, afirmou Alessandra.

 

Agendamento

 

O agendamento acontece todos os dias. Os documentos necessários para a inclusão no CadÚnico são os documentos pessoais de todos os moradores da casa e talão de energia atual tudo original.

Para manter o direito de receber o benefício do Bolsa Família, é preciso cumprir alguns requisitos como, atualização do cadastro a cada dois anos, ou sempre que houver mudanças de endereço, renda, composição familiar ou qualquer outra mudança na família. “Além disso, tem que cumprir também as condicionalidades de saúde e educação, como pesagem e frequência escolar para não ter seu benefício cancelado”, explicou.

  • Fonte: Diário da Amazônia
Publicidade
loading... Carregando conteúdo...

Digite aqui seus comentários.

Reload the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code
 
Publicidade