Fevereiro terá bandeira verde na conta de luz

Bandeira verde está em vigor desde o dia 1º.

Fonte: da Redação
Publicado em 04 de fev. de 2020 às 07:29
Imagem da Notícia Fevereiro terá bandeira verde na conta de luz

Bandeiras tarifárias

O consumidor poderá respirar mais aliviado esse mês. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), informou que a bandeira tarifária em fevereiro é verde, o que significa que não haverá cobrança extra na conta de luz. O acionamento deve-se à previsão mais positiva de chuvas nas regiões onde se localizam os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Segundo a Aneel, a expectativa é de que ocorra recuperação mais intensa do armazenamento ao longo de fevereiro. Em janeiro, vigorou a cobrança da bandeira amarela, o que significou uma taxa extra de R$ 1,34 a cada 100 quilowatts-hora consumidos.

O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo de geração de energia. O objetivo é informar aos consumidores quando esse custo aumenta, e permitir que eles reduzam o uso para evitar pagar uma conta de luz mais cara.

 

Como funcionam as bandeiras tarifárias

As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração, sendo a bandeira vermelha a que tem um custo maior e a verde, o menor.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

Quando a bandeira amarela é acionada há a cobrança extra de R$ 1,34 a cada 100 quilowatts–hora (kWh) consumidos. Com a bandeira vermelha patamar 1 a cobrança é de R$ 4,16 por 100 kWh e com o patamar 2 da bandeira vermelha a cobrança é de R$ 6,24 por 100 kWh.

Publicidade

Mais Lidas

Últimas

Publicidade